Buscar
  • Vetsaoboaventura

7 dicas para cuidar do seu filhote

As vezes a vida dá uma esfriada — nada pra fazer — daí você pensa: “Vou adotar um filhotinho.” Um filhote é tudo de bom nessa vida, gente. Se o seu lar anda meio ausente de amor, o remédio perfeito é um peludinho bem fofinho. É preciso atentar-se, no entanto, para o fato de que juntamente com essa explosão de amor virá também a necessidade de ter muito mais atenção ao seu redor e a essa nova vida que te acompanhará pelo tempo que ela durar nesse planeta.

Aqui em baixo vão algumas dicas para receber, cuidar e manter essa nova vida bem saudável e feliz. Acredite: seu peludinho bem cuidado é capaz de propagar ainda mais amor.

Leve seu filhote ao veterinário assim que puder.

A consulta com um veterinário é imprescindível para a saúde do seu pet. Após a consulta ele poderá passar por alguns exames e tomar todas as vacinas necessárias para que ele se mantenha saudável. Outras dicas como a ração correta ou como proteger o seu filhote de pulgas e carrapatos serão dadas por eles.


Uma caminha só dele.

Para algumas famílias a tentação é grande mas levar o seu filhotinho para dormir na sua cama não é bom e pode ser perigoso se vocês tiverem um sono pesado. Não é bom porque é importante que o seu peludinho tenha o seu próprio nicho, que nada mais é que um lugar que seja somente dele. Com uma caminha colocada no chão ele poderá sair para fazer xixi ou cocô (cachorros não sujam o lugar onde dormem) assim que tiver vontade. Ele precisará da sua supervisão para aprender o lugar certo de fazer as necessidades dele.


Espaço delimitado.

Outro ponto importante é demarcar um espaço limitado da casa no qual ele possa circular. Seria quase como a extensão da caminha dele. Perto da caminha fica o comedouro e o bebedouro e uma fralda onde ele possa fazer suas necessidades. Em alguns momentos do dia, permita com que ele passeie pela casa. Essa fase é super importante na educação do seu pet e na construção de limites que irão ser respeitados ao longo da vida dele. Os dentinhos do seu filhote serão muito afiados, na área que você estipular para a circulação dele, não deixe objetos que podem ser destruídos por ele, como por exemplo, sapatos, sandálias, guarda-chuvas, bolsas etc.


OBA! Brinquedos!

Deixe um brinquedo bem macio, tipo um travesseirinho, dentro da caminha do seu filhote. Peludinhos novinhos costumam dormir apoiando-se neles, fazendo-os lembrar do aconchego de suas mamães.

Estão disponíveis no mercado também uma série de brinquedos que trazem outras funcionalidades como por exemplo, brinquedos que ao mesmo tempo “escovam” os dentes dos nossos pets, ou brinquedos que deixam cair flocos de ração quando são movimentados. Afinal de contas, filhotes precisam gastar energia!


Horário das refeições.

Desde pequenino, é bom que o seu peludinho compreenda o horário das refeições. O ideal é que ele coma três vezes ao dia. Com o intuito de evitar que o seu filhote passe a comer de pouquinho em pouquinho o dia inteiro, acostume-se a retirar o comedouro logo após ele terminar de comer. Sem dúvida isso o ajudará a entender que haverá um horário para cada refeição. Entretanto, a tigelinha de água deverá estar sempre disponível para ela ou para ele.


Acidentes acontecerão. Saiba disso. Mas evite os desnecessários.

Seu filhote recém adotado não chegará na sua casa sabendo como se comportar. Ele precisará ser educado. Algumas coisas bastante comuns que os filhotes fazem é: chorar bastante quando deixados sós, fazer as necessidades em lugares inusitados, roer coisas que não os brinquedos dele, brincar com a toalhinha que havia sido colocada para ele fazer xixi e por aí vai. Não dá pra prever tudo. O que dá para fazer — e precisa ser feito — é uma varredura na sua casa antes do filhote chegar. Plantas tóxicas fora do caminho, objetos pequenos nas quinas de mesas baixas (como a mesinha da sala) retirados, fios devidamente escondidos e fora do alcance deles, tomadas vedadas. Dá uma checada nisso tudo e corre pro abraço do seu peludinho!


Ame muito e tenha muita paciência.

Se você está afim de ter um filhote ou acabou de ter um, lembre-se, você precisará doar seu tempo para ele. Cachorros são animais que demandam bastante cuidado e atenção. Seja paciente se o seu pet demorar para aprender as regras impostas por você. A violência jamais será uma boa maneira de ensiná-lo qualquer coisa. Se estiver muito difícil, contrate um adestrador. Seja para o seu pet ao menos metade do que você será para ele. E já será muita coisa. Acredite!



© Desde 1981

  • Veterinária São Boaventura
  • Veterinária São Boaventura