Buscar
  • Vetsaoboaventura

A importância da vacinação em gatos

Atualizado: 27 de Ago de 2019



Muito se fala sobre os mistérios dos gatos, seu jeito “mais selvagem” e silencioso de ser. Pouco se fala, porém, das doenças igualmente silenciosas que os acometem. Doenças essas, por sinal, muito perigosas. Para prevenir os nossos gatinhos contra esses males, o melhor a fazer é vaciná-los. Como sempre, prevenir é a melhor solução.


Plano de vacinação é o nome que nós veterinários damos ao procedimento correto de imunização dos nossos bichinhos. Chamamos assim pois há, de fato, um cronograma, um plano a ser seguido pelos tutores para que os gatinhos fiquem bem protegidos. Para uma imunização eficiente, a primeira vacina deverá ser aplicada sessenta dias após o nascimento do gatinho. Essa primeira vacina chama-se polivalente.


POLIVALENTE:

A vacina polivalente é chamada assim pois previne o felino de várias doenças. Atualmente, existem três tipos de vacinas polivalentes para os gatos: a tríplice (V3), a quádrupla (V4) e a quíntupla (V5). Os numerais 3, 4 e 5 correspondem, respectivamente, a quantidade de doenças que cada vacina é capaz de prevenir. A V3 protege os felinos contra três doenças: Panleucopenia; Calicivirose; e Rinotraqueite. Já a V4, além das doenças cobertas pela V3, também inclui imunização à Clamidiose. Por fim, a V5 protege contra todas as quatro doenças anteriores mais a leucemia felina (FeLV).


Trinta dias após a aplicação da primeira dose da vacina polivalente, ou seja, 90 dias após o nascimento do felino, é aplicada tanto a segunda dose da vacina polivalente (necessária para uma correta imunização) quanto a vacina antirrábica.


ANTIRRÁBICA

A raiva é uma doença quase sempre fatal. Prevenir é, de fato, a melhor solução. Além do mais, a vacina antirrábica é obrigatória em todo o Brasil. Antes de viajar de ônibus e de avião é solicitado a carteira de vacinação. É proibido viajar com um animal de estimação que não esteja vacinado contra a raiva.


QUADRO DE VACINAÇÃO PARA GATOS

Abaixo encontra-se um quadro de vacinação dos felinos para uma melhor visualização.



* Caso o animal seja mais velho será necessário fazer alguns exames para saber se o animal é saudável ou não. A proteção gerada pelas vacinas só vale se o animal não estiver infectado por nenhuma das doenças citadas acima. Uma vez confirmada o quadro saudável do felino, a primeira vacina polivalente poderá ser aplicada. Trinta dias após a primeira dose, será feito tanto uma segunda dose da polivalente quanto a aplicação única da antirrábica.


O prazo de um ano para a revacinação é contado a partir da segunda dose da polivalente + antirrábica. Lembrando que o reforço anual das vacinas é essencial para que os gatinhos se mantenham protegidos contra essas doenças pra lá de complicadas e de tratamento igualmente complicados.




© Desde 1981

  • Veterinária São Boaventura
  • Veterinária São Boaventura