Buscar
  • Vetsaoboaventura

Tumor de mama em cadelas e gatas: Perspectivas e Orientações


As similaridades entre a vida de um ser humano e a dos seus animais de estimação são muitas. E isso vale tanto para as coisas boas quanto para as ruins. Parecidos conosco, eles são dotados tanto de uma inteligência e da capacidade de sentir e guardar afetos quanto de desenvolverem os mesmos problemas que nós, como é caso dos tumores mamários.



A campanha Outubro Rosa tem como objetivo conscientizar os tutores de animais de estimação sobre o câncer de mama em cadelas e gatas. Mais frequentes em fêmeas caninas, os tumores de mama representam um sério problema de saúde em cães no mundo todo. Em gatas o problema não é tão diferente assim pois o câncer de mama é o terceiro tipo de tumor mais diagnosticado. Machos, tanto caninos quanto felinos, raramente apresentam esse tumor. A taxa gira em torno de 1%. A incidência de tumores malignos (também chamados de carcinomas) nas fêmeas caninas é aproximadamente 70%. Em gatas, esse número sobe, variando entre 80% e 90%.



No entanto, só quem pode constatar a gravidade de um tumor nos nossos peludinhos é a sua/seu médica(o) veterinária(o). Uma consulta não é só bem vinda como mostra-se de extrema relevância para um diagnóstico preciso. E como qualquer outra patologia, o quanto antes o tratamento for iniciado melhor. Algumas semanas ou mesmo alguns dias de antecedência no tratamento podem representar um verdadeiro divisor de águas para  o seu pet.

Uma solução preventiva frequentemente adotada por veterinários é a castração antes do primeiro ciclo estral (chamado mais comumente de “cio”). De fato, castrar a fêmea antes do primeiro cio tem se mostrado a melhor forma de preveni-la contra o surgimento de tumores mamários.


UMA PRÁTICA FREQUENTE QUE É PÉSSIMA PARA O SEU PET

Outra informação de extrema relevância é o fato que alguns tutores têm o hábito de medicar as suas pets com anticoncepcionais. Porém, muitos não sabem que o consumo indevido dos hormônios presentes nesse medicamento aumenta e muito as chances da fêmea desenvolver um tumor mamário ainda jovem.


TUMOR DE MAMA X ATIVIDADE SEXUAL

Alguns artigos chegam a relacionar o surgimento do câncer mamário com a atividade sexual da cadela. Tratam-se de pesquisas em andamento e até o presente momento não há uma resposta minimamente segura quanto a esta conexão. Em outras palavras, o surgimento de um tumor pode surgir tanto em uma cadela que já tenha cruzado quanto em uma que não tenha. Não sendo esse um fator determinante.


PRINCIPAIS SINTOMAS.

O câncer de mama é a neoplasia que mais afeta as cadelas. E por mais silenciosa que muitas vezes essa doença seja (principalmente em sua fase inicial), são atribuídos a ela alguns sintomas :


• Caroços na região das mamas do animal

• Inchaço ou dilatação na área mamária da cadela

• Dores na região das mamas

• Presença de secreções nas mamas com odor desagradável

O tumor de mama é silencioso. Em cerca de 50% dos casos em que houve tratamento de tumores malignos em cadelas, o tutor diz não ter notado qualquer alteração de humor ou de vigor físico na pet. A melhor maneira de detectar o aparecimento de um tumor de mama em cadelas é visitar o seu veterinário com uma certa frequência. É durante uma consulta que sua pet pode ser examinada e diagnosticada precocemente. E assim podemos dar início ao tratamento adequado para salvar o seu pet.


© Desde 1981

  • Veterinária São Boaventura
  • Veterinária São Boaventura